Justiça do Rio de Janeiro manda soltar Cristiane Brasil

16/10/2020

A ex-deputada Cristiane Brasil, presa desde 11 de setembro, teve prisão preventiva convertida em cumprimento de medidas cautelares após decisão expedida pela 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro nesta quinta-feira, 15. Junto a ela, o ex-secretário de Educação do Rio, Pedro Fernandes, e outros três detidos, Flávio Salomão Chadud, João Marcos Borges e Mario Jamil Chadud, também tiveram habeas corpus concedido. Os dois foram presos por suspeita de desvios em contratos de assistência social no governo e na prefeitura do Rio durante a Operação Catarata 2.

Entre as medidas cautelares a serem cupridas por Cristiane, Pedro e os outros detentos estão o comparecimento mensal em Juízo para informar atividades e a proibição de qualquer tipo de contato com denunciados ou investigados nos casos. Segundo decisão, que teve como relator o desembargador Luciano Silva Barreto, o habeas corpus foi concedido após votação unânime da 5ª Câmara do Tribunal. Até o momento, nenhum dos beneficiados se posicionou sobre o assunto.



Fonte: Jovem Pan